conforto ambiental

Como garantir conforto ambiental no projeto? Veja aqui!

Especialmente após um período que exigiu isolamento social dentro de casa, garantir o conforto ambiental nos projetos arquitetônicos é requisito fundamental para conquistar os clientes. Porém, pode ser mais desafiante do que se imagina, especialmente porque o conceito de conforto varia para cada público-alvo.

Se seu foco costumava ser construir projetos com o melhor custo-benefício, estética e utilidade, saiba que tudo isso pode ficar em primeiro plano, se não for considerado o conforto ambiental para que o cliente gere maior bem-estar e comodidade. Então, quer se atualizar no assunto? Continue conosco e saiba mais sobre os elementos com os quais contar para trazer mais conforto ambiental. Boa leitura!

Quais elementos considerar para trazer mais conforto ambiental?

Conforme mencionado, a garantia de conforto e bem-estar varia de acordo com vários aspectos, como o público-alvo para quem o projeto está sendo pensado. Por exemplo, isso pode depender da idade, dos hábitos alimentares, do sexo e de muitos outros pontos. Sabendo disso, existem alguns elementos que devem ser pensados e adaptados no seu projeto para proporcionar mais conforto ambiental. Veja, a seguir, quais são eles!

Iluminação

A própria neurociência fala do quanto a iluminação de um ambiente, seja nas cores da parede, seja na entrada de luz natural, nas cores dos móveis etc., pode influenciar positiva ou negativamente no bem-estar de alguém.

Há uma tendência maior para que cores quentes e amareladas provoquem boas sensações e ajudem no descanso do corpo. Enquanto isso, tons muito brancos e claros podem interferir na maior concentração, o que combina com espaços como escritórios. A neurociência também fala da influência de tons azuis na maior sensação de relaxamento, o que explica a predominância desses tons em banheiros e spas.

Assim, quando for pensar na luminosidade do local, não deixe de considerar as conclusões da neurociência e de pensar nisso em todos os elementos que compõem um espaço, como localidade das luzes, posições das janelas, cores das paredes, quantidade de luminárias etc.

Som

Seja em projetos residenciais, seja em comerciais, dificilmente o seu cliente vai associar o barulho de trânsito e da vizinhança a conforto e à rotina agradável. Por isso, conte com materiais de qualidade e que proporcionem isolamento acústico — é o caso de vidros duplos em janelas e tetos de gesso.

Outro item que ajuda no isolamento acústico e é muito ligado à maior associação ao conforto ambiental é a vegetação, que, inclusive, é apresentada como parte da tendência para a arquitetura em 2021. Afinal, pesquisas da ONU indicam que, até 2050, deve haver um número ainda maior de pessoas vivendo em áreas urbanas, o que faz com que misturar elementos naturais nos espaços ajude na sensação de bem-estar.

Layout do local

Já falamos do quanto o conforto ambiental é prioridade para muitas pessoas acima de questões estéticas. Porém, saiba que projetos esteticamente bem-pensados proporcionam conforto visual e trazem sensações agradáveis. Em outras palavras, trabalhar e/ou morar em locais que você considera bonitos e harmônicos — desde cores, até texturas e iluminação — pode deixar as pessoas mais confortáveis.

Duvida? Tente imaginar-se trabalhando ou relaxando em um espaço bagunçado e sem conceito estético, onde as cores não se harmonizam e a decoração parece ter sido muito mal planejada. Agora, imagine a mesma situação, desta vez, em um ambiente esteticamente bonito. Você consegue sentir-se mais confortável no último caso do que no primeiro, não é?

Temperatura

Existem inúmeros aspectos, além da temperatura do ar, que influenciam no conforto térmico, como o contexto climático, os materiais utilizados na construção do espaço etc. Nesse sentido, valorizar a ventilação natural mostra-se a melhor opção, já que isso contribui para deixar um ambiente mais fresco e a circulação do vento.

Além disso, é importante não renunciar a brises, ao telhado verde, à ventilação cruzada, ao pé-direito duplo e aos demais elementos que a tecnologia oferece para melhorar o conforto térmico, desde que seja bem estudada a geometria da insolação, por exemplo, para escolher a melhor opção. De qualquer forma, assim como a ventilação natural, contar com plantas também é uma ótima estratégia para refrigerar um ambiente. Ainda, trata-se de elementos que tornam o espaço mais bonito, sustentável e, consequentemente, mais agradável.

Disposição dos móveis

Como foi dito, garantir uma decoração harmoniosa também faz parte dos conceitos de conforto ambiental. Assim, é importante entender mais sobre como a disposição dos móveis interfere nisso. Por exemplo, ao escolher os móveis, certifique-se de analisar cuidadosamente o tamanho deles e do espaço em questão, para que não haja o comprometimento da circulação no espaço e torne a convivência e passagem por ele desagradável.

O projeto é para um ambiente menor? Cadeiras de acrílico costumam ser mais indicadas para esse caso, assim como as de cores neutras, que causam uma sensação de amplitude no local, o que evita a poluição visual. Entretanto, se a situação for oposta e houver mais espaço sobrando, móveis com um design mais caprichado, como uma cadeira, podem atuar como um ponto de destaque na decoração e, claro, serem ótimos para trazer mais aconchego ao acomodar alguém.

Qualidade dos móveis

Não se pode pensar em conforto ambiental sem considerar a qualidade dos móveis utilizados em um espaço. Quer dizer que, por maior conforto térmico, visual e luminoso que haja, se alguém trabalha o dia inteiro sentado no home office, por exemplo, as dores nas costas que ela pode causar não trazem conforto.

Da mesma forma, a poltrona utilizada para relaxar na frente do sofá vendo TV e até receber amigos em casa também interfere muito na qualidade de vida e bem-estar. Por essa razão, é preciso priorizar a qualidade dos móveis quando se fala em trazer mais conforto ao ambiente. Isso inclui a durabilidade dos itens, como no caso da madeira, que, além de mais durável, proporciona uma maior sensação de aconchego.

Percebeu como garantir o conforto ambiental é importante e que, para isso, não se pode esquecer de priorizar os elementos mencionados? Quanto mais confortável você se sentir, mais produtivo e feliz você será naquele espaço.

Gostou do nosso post? Aproveite para conferir nosso site e aplicar nossas dicas avaliando as cadeiras da Flexform!

Quer receber mais conteúdos como esse ?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.