divisórias de ambientes residenciais divisórias de ambientes residenciais

 Tendências na arquitetura: conheça as divisórias de ambientes residenciais!

6 minutos para ler

As divisórias que ficaram conhecidas por serem muito utilizadas nos ambientes de trabalho estão fazendo sucesso, atualmente, nas residências. Elas são ótimas opções para organizar os ambientes e para separar um cômodo do outro. Com seu uso, não é mais necessário construir paredes de alvenaria ou de madeira.

Os materiais devem ser instalados de maneira adequada para que todos tenham privacidade e consigam realizar suas tarefas diárias sem interrupções. Independentemente do tamanho da casa, saiba que o uso das divisórias de ambientes residenciais também é uma forma de oferecer conforto, elegância, modernidade e utilidade a todos os espaços do seu lar.

Quer saber mais sobre a tendência dessas divisórias nas residências? Então, continue a sua leitura!

Como funciona esse recurso?

As divisórias residenciais são usadas para dividir ambientes integrados. Elas são importantes para separar a sala da cozinha ou até mesmo o quarto de um escritório para aqueles que estão em home office. Com elas, a casa pode se tornar um ambiente mais prático, flexível e despojado.

Quais os seus benefícios e suas utilidades?

Os benefícios obtidos das divisórias são muitos. Além de trazerem mais autonomia para os moradores do local, elas são excelentes para demarcar as seções de cada um dos cômodos, promovendo uma estética diferenciada para cada local. Veja algumas das vantagens!

Proporcionam otimização do espaço

A otimização do espaço é uma das maiores vantagens dessa opção. Utilizando as divisórias, é possível definir qual espaço vai ser usado para cada um dos cômodos. É importante frisar que o fluxo do local não deve ser comprometido pelo uso de móveis grandes ou objetos desnecessários. Tenha nesses locais apenas o que é necessário.

Oferecem melhora na ergonomia

As divisórias permitem a distribuição das peças mobiliárias e dos elementos decorativos de maneira funcional. A mobília deve ser organizada de modo que não seja um empecilho e não interfira no design do local. Sem contar que, com a reorganização do ambiente, todas as tarefas podem ser desenvolvidas em locais mais propícios para seu bom andamento.

Apresentam preços acessíveis

Não importa o tamanho ou o estilo da casa, os custos com aumento de ambientes ou divisão dos cômodos sempre são motivo de preocupação. Pensar sobre a construção de novas paredes, por exemplo, parece complicado. Mas saiba que usando as divisórias tudo vai se tornar mais simples. Além de definirem os ambientes, elas contam com preço acessível.

Ajudam na concentração

Não existe nada mais chato do que perder o foco quando se está fazendo uma tarefa urgente. Instalando as divisórias, é possível fazer os serviços cotidianos, realizar ligações ou assistir a um programa sem interrupções. Por mais que seja bom conversar e trocar ideias, há momentos em que todos necessitam ficar concentrados.

Favorecem ambientes privativos

Existem momentos em que a pessoa deseja fazer tarefas e precisa de privacidade para poder resolver alguns assuntos pendentes. As divisórias proporcionam esse benefício a todos. Basta colocá-las em seus devidos lugares e pronto, rapidamente a casa vai ter locais privativos.

Como as divisórias podem ser utilizadas no home office?

Com a pandemia do Covid-19 e a medida de isolamento social anunciada pelos governos, muitos trabalhadores que antes exerciam suas atividades presencialmente nas empresas estão tendo que trabalhar em casa. Os serviços home office trazem a todos uma série de preocupações, algumas delas são:

  • como se manter concentrado;
  • em que local vai ser colocado o escritório;
  • como fazer para dividir os ambientes;
  • por quanto tempo a pessoa vai trabalhar de casa;
  • de que maneira trabalhar em meio às pessoas que estão em casa, inclusive as crianças.

Em meio a tantos questionamentos, as divisórias são uma ótima opção para que o desempenho dos trabalhadores não seja comprometido. Dividindo os ambientes, é possível trabalhar sem perder o foco, com tudo organizado dentro de casa.

Quais os principais tipos de divisórias e as tendências?

Para aqueles que desejam separar dois ambientes em um mesmo espaço, as opções de materiais são variadas. Certamente, existe uma que se encaixa ao projeto de cada pessoa. Você vai se encantar com o design e beleza que cada opção oferece aos ambientes. Confira, então, os tipos de divisórias disponíveis no mercado!

Madeira irregular

A principal característica da divisória de madeira irregular é que os elementos que formam a sua estrutura são espaçados e têm ótima qualidade. É possível perceber a entrada da claridade, o que faz com que o ambiente fique suave.

Estante vazada

A estante vazada pode ser colocada e servir para dividir um local do outro. Além de ser prática, pois objetos podem ser colocados sobre ela, é decorativa. A sua cor pode variar de acordo com o ambiente e os nichos podem ser assimétricos, o que proporciona uma dinâmica agradável.

Cobogó

Os cobogós estão presentes tanto em projetos simples quanto nos mais sofisticados. Eles podem ser feitos de cimento, argila, cerâmica ou vidro e têm elementos vazados, que permitem a entrada de ar e favorecem a iluminação natural dos ambientes. Além disso, proporcionam mais aconchego aos moradores e aos visitantes das casas.

Vidros

As divisórias de vidro podem ser usadas como em folhas ou blocos, por exemplo. As opções podem ser incolores, fumês ou jateadas. Basta analisar com cautela e solicitar a ajuda de um arquiteto a respeito das opções de vidro, para optar por aquela que se adeque mais aos gostos e necessidades de cada um.

Persianas

São projetadas para oferecer maior funcionalidade e praticidade para os ambientes. Podem ser feitas sob medida e são excelentes opções para dividir os cômodos da casa. Outro ponto interessante desse material é que a sua manutenção é barata e a limpeza pode ser feita com facilidade por qualquer pessoa.

Enfim, as divisórias de ambientes residenciais são uma ótima alternativa para quem deseja definir o local exato dos cômodos da casa, sem ter custos maiores com a construção de novas paredes. Com elas, é possível aliar funcionalidade, conforto e organização, além de favorecer a estética do ambiente.

Gostou do nosso post sobre as divisórias residenciais? Leia também o nosso artigo que ensina como montar seu home office de maneira prática!

Posts relacionados

Deixe um comentário