má postura má postura

 4 consequências da má postura e como ela impacta no seu dia a dia

4 minutos para ler

O mercado de trabalho exige uma postura profissional cada vez mais alinhada às habilidades técnicas e comportamentais. Mas e a nossa postura corporal? Será que damos a devida atenção a ela na nossa rotina? Pesquisadores da Universidade de Ciências Médicas de Matanzas, em Cuba, já comprovaram, em seus estudos, que a má postura prejudica nossa saúde e qualidade de vida. Então, não dá para negligenciar alguns cuidados.

As consequências da má postura comprometem não só o funcionamento do corpo, mas a nossa produtividade. Por isso é tão importante policiar-se no dia a dia e dar prioridade a produtos ergonômicos, da mesa e cadeira de trabalho ao colchão para dormir. Além disso, vale a pena ter conhecimento sobre os impactos da postura incorreta no nosso corpo e bem-estar. Continue a leitura e veja, a seguir, os principais!

1. Dor lombar

A famosa dor nas costas é a principal consequência da má postura. A região lombar costuma ser a mais afetada, porque a maioria das pessoas permanece por um longo tempo sentada de maneira errada — sobretudo com as costas curvadas na cadeira. O que também causa essas dores incômodas é a forma como carregamos algo pesado em situações cotidianas.

De qualquer modo, essa dor pode espalhar-se para outras regiões, como pernas, nádegas e até cabeça. Os móveis não ergonômicos, como mesas e cadeiras em dimensões incompatíveis à altura do usuário, também podem favorecer a má postura e instalar uma dor nas costas bem difícil de se livrar.

2. Dor de cabeça e pescoço

A postura inadequada também vai comprometer a região da cabeça, incluindo pescoço e ombros. A tensão muscular nesses pontos já pode ser elevada por questões psicológicas e emocionais — um dia estressante ou muitas preocupações em mente geram aquela dor chata na cabeça, e o pescoço parece endurecer.

Contudo, algumas pesquisas já indicaram que esses desconfortos também surgem da má postura: as articulações ficam excessivamente tensionadas, e o resultado são dores prolongadas e frequentes, que prejudicam e muito a qualidade de vida de qualquer pessoa.

3. Lesões

A mais comum é a Lesão por Esforço Repetitivo (LER). Ela é causada pela má postura somada ao uso excessivo de equipamentos por um longo período — como teclado e mouse de computador. A pessoa se esquece de se movimentar um pouco, alongar o corpo ou mantém uma posição torta e desfavorecida por móveis pouco adequados e maus hábitos de postura.

O resultado é uma inflamação localizada, geralmente nas mãos e nos braços, que precisa de imobilização, medicação e tratamento. Infelizmente, esse é um problema recorrente no ambiente laboral, e casos mais graves chegam a afetar, até mesmo, outras partes do corpo, com lesões na coluna, hérnia de disco ou inflamação dos tendões (tenossinovite).

4. Fadiga e insônia

A má postura compromete muito mais do que seu corpo. Ela afeta também seu bem-estar, a concentração e produtividade. Isso porque os músculos e outros elementos estruturais do organismo não estão bem posicionados, logo, você não consegue relaxar naturalmente.

Sem esse relaxamento, necessário na recuperação e reposição de energia, surge uma fadiga constante, que atrapalha seu rendimento nas tarefas diárias e até sua noite de sono. Afinal, você não consegue livrar-se das dores e tensões, e é difícil encontrar uma posição confortável para descansar.

A má postura corporal pode causar várias consequências nocivas à saúde e qualidade de vida. Além de todas essas que citamos aqui, ainda podemos mencionar a perda de flexibilidade e o equilíbrio, que aumenta o risco de quedas e lesões mais sérias, bem como distúrbios digestivos e respiratórios, como mostra outro estudo médico nos Estados Unidos. Portanto, além de cuidar da ergonomia em seus projetos, cuide também de você e da sua própria postura no dia a dia de trabalho.

Agora que você já tem conhecimento dos perigos da má postura na sua rotina, que tal compartilhar este artigo nas redes sociais? Informações valiosas como essas merecem ser repassadas adiante!

Posts relacionados

Deixe um comentário