tecnologia na arquitetura e urbanismo tecnologia na arquitetura e urbanismo

 7 tecnologias na arquitetura e urbanismo para você ficar de olho!

6 minutos para ler

A tecnologia e os conhecimentos dos profissionais da área da arquitetura são grandes aliados no desenvolvimento dos projetos. Se até pouco tempo atrás muitos planos ficavam apenas no papel, agora ficou mais fácil torná-los reais.

A tecnologia na arquitetura e urbanismo não busca apenas apresentar uma estética mais atraente ao público-alvo, mas oferecer locais mais seguros e funcionais, nos quais todos possam sentir-se bem.

Quer saber quais são as principais inovações tecnológicas na área de arquitetura? Então, continue a leitura deste artigo, pois mostraremos 7 novas possibilidades do segmento!

As 7 tendências tecnológicas na arquitetura

As inovações tecnológicas ocasionaram mudanças em diversos setores. Elas são importantes para o desenvolvimento da sociedade em geral, que está em transformação constante.

Na área de arquitetura, há um esforço na criação de alternativas e o desenvolvimento de ferramentas que atendam aos anseios dos profissionais do ramo. Isso decorre dos desejos dos consumidores que valorizam projetos para conciliar economia, resultado estético e funcionalidade.

Veja, a seguir, as principais tendências relacionadas à tecnologia!

1. Uso da sustentabilidade nos ambientes

Os recursos naturais estão sendo ameaçados pela humanidade. Em virtude disso, inúmeros consumidores estão dando preferência para a aquisição de produtos sustentáveis. Muitos arquitetos estão desenvolvendo soluções criativas para esse público mais seleto, enquanto outros estão criando projetos que reduzem o consumo de água e energia elétrica.

2. Impressão 3D

Essa alternativa tem a vantagem de permitir a criação de praticamente tudo o que um profissional de arquitetura imaginar. A impressora 3D realiza modelos de maquetes detalhadas com rapidez, as quais são usadas na execução dos projetos.

O profissional escolhe a escala e consegue reproduzir os cenários, apontar a localização de escadas e a inserção da mobília. A alternativa é excelente para a elaboração de protótipos que são expostos ao público, incentivando a curiosidade e divulgando a marca.

3. Realidade Aumentada

A Realidade Aumentada é utilizada para a visualização de projetos de arquitetura. As ferramentas e os dispositivos propiciam aos clientes experiências imersivas, levando-os para dentro de cenários e permitindo a sua interação com os espaços que ainda não foram construídos. Com ela, é possível:

  • remodelar ambientes de trabalho;
  • visualizar espaços em escala reduzida;
  • averiguar como as pessoas vão circular;
  • caminhar de um cômodo para outro;
  • planejar a disposição dos móveis;
  • avaliar o layout dos cenários.

Essa possibilidade faz com que as pessoas solicitem mudanças antes da conclusão de um projeto. Além disso, muitas dúvidas podem ser solucionadas antes do início de uma obra, com a proposição de alterações significativas.

4. Materiais para a construção civil

Os novos materiais oferecem mais qualidade e aumentam a agilidade das construções, reduzindo os custos para os clientes. A inovação na construção civil tornou inviável a sobrevivência daqueles que usam técnicas antigas.

Observe alguns exemplos de produtos da atualidade que estão ganhando espaço no mercado:

  • tijolos ecológicos;
  • painéis e telhas solares;
  • concretos sustentáveis ou translúcidos;
  • sensores vestíveis;
  • tintas que absorvem energia solar;
  • madeiras transparentes.

As opções acima trouxeram consigo o aperfeiçoamento dos processos produtivos das edificações, eliminando despesas e oferecendo sustentabilidade aos consumidores. Mas isso não aconteceu de repente, foram necessárias diversas pesquisas para o desenvolvimento de novos designers que atendam às novas exigências do mercado.

5. Modelagem da informação da construção

Conhecida como BIM (Building Information Modeling), trata-se de uma solução que permite representar os aspectos físicos e funcionais de um edifício, contendo as informações do ciclo de vida de uma construção.

Essa é uma tendência promissora para o aumento da satisfação dos clientes, enquanto minimiza os gastos com o projeto.

Os profissionais especializados em BIM fazem uso de métodos específicos e de soluções que realizam a demonstração de resultados e o manejo de informações relevantes. Os cálculos são precisos e, consequentemente, as decisões estruturais são tomadas com segurança.

Os softwares fazem estimativas corretas do uso dos materiais, evitando desperdício e aquisições desnecessárias. A modelagem da informação da construção é tão importante, que o governo criou uma estratégia para que ela seja disseminada, editado o Decreto nº 9.983/2019, para incentivar a sua aplicação.

6. Programas e aplicativos

Os aplicativos e os programas conseguem oferecer vantagens aos profissionais e aos clientes e podem ser facilmente baixados. Hoje, o mercado oferece simuladores simples que alteram cores de paredes e fazem a inserção de móveis e objetos. Observe alguns bem interessantes:

  • photosynth — usado nos dispositivos com Windows ou iOS, monta panoramas em alta resolução;
  • paper — oferece uma tela em braco com 5 ferramentas para desenho em dispositivos móveis;
  • adobe ideas — possibilita o esboço de ideias em iPhones e iPads.

Mas se você quiser um aplicativo excelente para criar pavimentos e ambientes com realidade aumentada, experimente o MagicPlan. Com ele você exporta desenhos em formato jpg., pdf., ou dxf.

7. Internet das coisas

No futuro, os ambientes estarão automatizados com equipamentos conectados em redes sem fio. Os objetos vão realizar diversas atividades, como verificações biométricas, identificação de pessoas, coleta de dados ambientais, entre outras. Consegue imaginar as casas e as empresas repletas de invenções automatizadas?

Os aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos vão executar ações que podem ser programadas pelos seus proprietários ou ordenadas em tempo real. Isso vai ser aplicado aos ambientes corporativos, levando os arquitetos a serem agentes dessa transformação por meio do uso das tecnologias, criando os seus próprios projetos para esses locais.

Como você pode observar, é essencial conhecer esses recursos para se destacar no mercado e criar projetos que atendam às novas demandas da sociedade. A arquitetura sempre foi uma área inovadora e se adequou rapidamente às novas tecnologias. Nesse momento, elas realmente impactam positivamente os negócios.

Dessa forma, os profissionais podem realizar grandes projetos, oferecendo as melhores soluções e obtendo reconhecimento por meio da reinvenção. As antigas ferramentas da arquitetura sempre auxiliaram na construção de enquetes, mas as atuais oferecem economia de tempo, qualidade e eficiência.

Agora você já sabe quais são as principais inovações tecnológicas na área de arquitetura. As mudanças geradas pela tecnologia na arquitetura e urbanismo trouxeram recursos importantes para o aperfeiçoamento dos profissionais desse segmento, que podem aplicar essas tendências tecnológicas no seu cotidiano, melhorando a experiência dos seus clientes.

Deseja saber mais sobre o assunto? Siga-nos nas redes sociais e descubra muito mais sobre as atualizações na arquitetura! Estamos no Facebook, no LinkedIn, no Instagram, no YouTube e no Pinterest!

Posts relacionados

Deixe um comentário