o que é design thinking

O que é Design Thinking e como ele ajuda na criação dos ambientes!

Ainda vemos resquícios de culturas corporativas antigas em ambientes tradicionais, mas o universo humano se abre e sente cada vez mais a necessidade de se adaptar à vida das pessoas, em vez de fazer as pessoas se moldarem ao sistema.

Ao encararmos um problema, é óbvio que o foco imediato é voltado para a resolução dele. Todavia, é preciso estar atento à forma que vamos solucionar o obstáculo: qual é a maneira mais efetiva, que pode gerar resultados bons em longo prazo e acima das expectativas?

Nesse contexto podemos aplicar a metodologia Design Thinking e trazer inovação para qualquer adversidade, até mesmo ao criar ambientes agradáveis e funcionais. Confira a seguir o que é Design Thinking e como ele pode contribuir para o dia a dia!

O que é Design Thinking

Se observarmos o significado das palavras Design e Thinking, que ao serem traduzidas trazem a ideia de “o ato de pensar com design”, já identificamos seu propósito intrínseco.

O conceito de Design Thinking traz justamente a palavra-chave inovação e pode ser aplicado para a resolução de qualquer tipo de problema de forma criativa e com pensamento crítico, sempre voltado para pessoas.

O termo nasceu quando Tim Brown, CEO de uma empresa de design nos EUA, identificou a diferença entre ser propriamente um designer e ver o mundo como um.

A metodologia é um processo não linear usado para ir além de soluções básicas, enxergar uma situação com um olhar mais amplo e desafiar perspectivas consideradas de forma previsível. A estruturação do método envolve cinco fases: empatia, definição, idealização, protótipo e teste. Saiba mais sobre elas a seguir.

Etapas do Design Thinking

Empatia

A empatia é definida pela capacidade de tentar se colocar no lugar do outro. Quantas vezes não escutamos o outro pensando no que já temos em mente de forma predeterminada? Essa etapa é essencial para ouvir as dores do cliente e se conectar com sua experiência. Converse, pergunte, questione, anote e escute a todo momento.

Definição

Após a coleta de informações, é hora de realizar um brainstorm entre os colaboradores para definir a direção e identificar as necessidades do projeto. É importante discutir os objetivos e buscar soluções para alinhar o resultado com a demanda do cliente.

Idealização

Uma vez definidas as necessidades básicas, essa etapa requer outro brainstorm para prever possíveis problemas que possam surgir. É possível também descobrir outros desejos que o cliente tem mas ainda não enxerga com clareza.

Esse é o momento de pensar em possibilidades que vão além do básico para superar expectativas e realizar uma entrega excepcional

Protótipo

Após a troca de ideias e a definição dos detalhes do projeto, é hora de trazer à tona conceitos mais concretos. Crie possibilidades e não se esqueça de buscar referências.

Durante esse processo, é importante deixar a criatividade fluir e pensar em soluções que envolvam funcionalidade, praticidade e que adéquem positivamente à vida das pessoas que vão usufruir do projeto.

Teste

Feito e aprovado o protótipo, é hora de implementar o resultado na realidade e ver o funcionamento na prática. Nesse momento, os problemas reais vão surgir e o projeto será testado para conclusão ou possíveis melhorias.

Design Thinking é uma metodologia cíclica, e uma de suas vantagens é a possibilidade de retornar a etapas anteriores a qualquer tempo de forma objetiva para inovar em soluções.

Como funciona

Como já mencionado, o Design Thinking busca resultados inovadores. Isso envolve uma análise detalhada do problema que tenta ao máximo eliminar lacunas e trazer praticidade para a vida de consumidores e colaboradores de uma empresa.

No planejamento de um ambiente, o processo age de forma que sua preocupação seja voltada ao componente humano. É de extrema importância ouvir os desejos do cliente e absorver o máximo de informações para realizar o projeto. Só essa identificação vai trazer clareza quanto à organização de um lugar.

De forma prática e mais generalizada, em se tratando de ambientes, o Design Thinking visa à humanização. Mesas e cadeiras podem ser posicionadas estrategicamente para estimular a máxima interação entre as pessoas. O espaço também deve propiciar a circulação e o movimento entre núcleos diferentes.

Benefícios

A aplicação do design thinking gera uma possibilidade de soluções que contribuem para um resultado mais direcionado e efetivo.

O processo dinâmico de etapas permite uma margem maior de testes, ajustes e correções constantes para melhorar ainda mais a entrega, o que permite economizar tempo, gastos e ir de forma mais direta ao ponto.

Outro ponto crucial que o Design Thinking pode estimular é a relação interpessoal de colaboradores. É intrínseco do ser humano socializar, e estimular essa habilidade traz benefícios para pessoas e empresas.

A produtividade aumenta quando compartilhamos problemas e soluções, e o bem-estar se torna crucial para a felicidade tanto no pessoal quanto no âmbito da carreira.

Como aplicar

Ao projetar um ambiente, por exemplo, deve-se pensar em como a funcionalidade, praticidade e estética vão influenciar na interação entre indivíduos, sua comunicação e fluxo no dia a dia.

Questionar as necessidades da empresa, do espaço e principalmente ouvir as dificuldades e sugestões que as pessoas desses lugares têm a compartilhar é um norte para provocar as mudanças necessárias.

Lembre-se de que é importante fugir dos modelos tradicionais, em que uma pessoa em posição superior acredita que detém todo o conhecimento e experiência e que sua verdade é mais importante que a de outros colaboradores. Nesse caso, a primeira etapa da metodologia de Design Thinking deve ser seguida, ou o projeto pode não ser bem-sucedido.

Não é demais frisar que o objetivo maior desse processo é justamente garantir ideias e trazer soluções criativas. Sua aplicação em empresas pode potencializar a produção criativa e oferecer mais satisfação aos clientes, além de credibilidade à marca.

Agora que você aprendeu o que é Design Thinking, é hora de usar essa metodologia que pode ser aplicada em áreas distintas para trazer soluções práticas para sua vida e a dos colaboradores!

Gostou das informações contidas no texto? Confira nosso outro post sobre Design Sustentável e veja como é possível aliar os dois conceitos, aperfeiçoando ainda mais seu negócio!

Quer receber mais conteúdos como esse ?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.