adega em casa

Veja as melhores dicas para montar uma adega em casa!

Sabia que ter uma adega em casa pode adicionar novas experiências e bem-estar ao seu cotidiano? Primeiro, é uma forma de economia para beber vinho. Isso porque o local permite acondicionar por longos períodos a bebida. Logo, você pode aproveitar as melhores promoções na internet. Além disso, ter mais esse recurso no lar, pode ajudar a quebrar a rotina e inserir mais uma forma de momentos de lazer.

Para montar uma adega em casa é preciso levar em consideração o modelo, cores e escolher o local ideal. Além disso, faz sentido observar o estilo decorativo e pensar a longo prazo. Isto é, como assegurar que a adega terá boa longevidade.

Ficou interessado? Acompanhe este post, pois após a leitura, você saberá as melhores dicas para montar uma adega. Assim, entenderá qual a temperatura ideal, como funciona a manutenção e quais os principais tipos de adega. Além disso, encontrará as melhores ideias para criar uma adega e como aproveitar essa oportunidade para fazer um cantinho do café.

Boa leitura!

Como montar uma adega em casa?

Então você decidiu ter a experiência de degustar vinhos no seu próprio lar. Para garantir que tudo vai dar certo, é preciso fazer escolhas que resultem em durabilidade. Basicamente, estamos falando de modelo da adega, local para a instalação e estilo decorativo.

Pergunte-se: com qual frequência beberei vinho? Quantas garrafas pretendo separar para uso por mês? Vou compartilhar com amigos e familiares? Com base nisso, você poderá escolher o tamanho da adega.

Modelo da adega

A depender do ambiente e do tamanho, como falamos logo acima, a adega terá um modelo específico. O local será climatizado ou já apresenta a temperatura ideal para o acondicionamento de vinhos? São três os tipos principais de adega: passiva, termoelétrica e com compressor. Falaremos em breve, detalhadamente, sobre cada um.

Local para a adega

O ambiente da casa ideal para instalar uma adega são os espaços das salas (TV, estar, jantar), além da cozinha. Também é possível e bem-vindo separar um espaço mais exclusivo para a adega. Por exemplo, uma parte da dispensa. Ou mesmo, aqueles locais sem uso — embaixo da escada, corredores ou pequenos vãos.

Para otimizar o espaço, o local da adega pode contar com uma mesa de apoio, cadeira, pequeno sofá multiúso, banquinhos e poltrona. Além disso, uma cristaleira para guardar taças e utensílios pode ser a solução perfeita para completar a adega. Ainda falaremos disso no último tópico deste texto, sobre como adaptar a adega para o cantinho do café.

Estilo decorativo da adega

Após definir o modelo e local, o estilo decorativo da adega é a chave final. Há muitas possibilidades que incluem o uso de madeira, portas de vidro ou materiais com cores mais inusitadas. Pense no seu estilo: é clássico, contemporâneo ou minimalista? A partir disso, você poderá ter mais facilidade para encontrar a adega ideal.

Qual a temperatura ideal?

Entre 15 e 16ºc. Há tipos de vinho específicos que precisam ser esquentados ou resfriados. Para resolver isso basta, no primeiro caso, deixar o vinho em temperatura ambiente. Para diminuir a temperatura, utilize um balde com gelo ou geladeira.

Quais os principais tipos de adegas para fazer em casa?

Agora falaremos sobre a adega passiva, termoelétrica e com compressor. Observe que todos esses tipos funcionam bem, a depender das necessidades de cada pessoa. Acompanhe.

Passiva

O modelo é o mais simples. A tecnologia dele se dá apenas por leis físicas para conservação. Logo, colocam-se os vinhos em prateleiras e suportes. Bastante popular, geralmente o modelo vem acoplado a móveis da cozinha.

Ele também pode ser planejado, tomando uma parede inteira do local. No entanto, por não ser climatizado, o ideal é que ele esteja em um ambiente fresco, protegido dos raios de sol e que mantenha a temperatura constante. Por isso, geralmente, ele fica em um local fechado.

Termoelétrica

O nome já antecipa a sua função. A adega termoelétrica funciona pela troca de calor dos ambientes (interno com o externo). Isso acontece a partir de uma placa cerâmica. Logo, há a retirada de calor da adega, mantendo a temperatura em torno de 10º mais baixa que a temperatura externa. Fique tranquilo sobre o custo com eletricidade, pois o modelo não gera gastos elevados.

Com compressor

Modernidade, com climatização. O modelo compressor utiliza a eletricidade para diminuir a temperatura dos vinhos, mantendo adequada para cada tipo. Funciona como uma geladeira, com uma regulação de frio mais sensível e exata para os vinhos. Isso porque é possível controlar as temperaturas a partir dos diferentes espaços da adega — níveis e partes. Afinal, cada vinho pede por um resfriamento específico.

Como aproveitar a adega para montar um cantinho do café?

Você pode associar os móveis da adega com um cantinho do café. Aquele espaço da sua casa separado para descansar e refletir enquanto toma um bom café ou, agora, degusta um vinho. Como falamos, o lugar pode ser em algum dos espaços comuns do apartamento, salas ou cozinha.

Separe os itens necessários e os móveis. A decoração fica por sua conta, mas se você não tem muita noção ou segurança sobre o tema, aposte no simples. Isto é, escolha uma ou duas cores complementares para todos os objetos. Por exemplo, os tons de madeira.

Carrinho de bar da Flexform

Você pode escolher o carrinho de bar Dublin, da Flexform. Ele é ideal para cantos que pedem por versatilidade, pois tem rodinhas que facilitam o deslocamento. O modelo exclusivo possui uma estética minimalista e contemporânea.

Ter uma adega em casa já não é mais um luxo restrito a um número muito pequeno de degustadores. Agora você sabe como esse objeto é um recurso mais acessível atualmente. Com planejamento, você pode adquirir uma adega (passiva, termoelétrica ou com compressor). Lembre-se de que o investimento é uma forma de adicionar mais uma experiência de bem-estar ao seu lar.

Gostou do conteúdo? Compartilhe agora nas suas redes sociais e mostre a todos como ter uma adega em casa é uma ótima oportunidade para se tornar um bom degustador de vinhos.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.