importância do alongamento

Qual é a importância do alongamento no trabalho?

Trabalhar por longas horas sentado é a realidade de diversas pessoas, seja no home office ou no escritório.

Imersos em uma cultura que estimula produtividade e dedicação de forma contínua, não damos a devida importância ao tempo de alongamento. Uma das maiores razões para a realização da prática é evitar consequências e danos à saúde – às vezes, irreversíveis – decorrentes da má postura por um longo período.

Se, por um lado, não podemos evitar a carga de trabalho na posição sentada, por outro, é possível amenizar os efeitos negativos desse cenário. Confira mais informações sobre a importância do alongamento, a seguir!

Importância de pausas para alongamento durante o trabalho

Subestimamos o poder do alongamento, por mais breve que seja sua prática em um dia de trabalho na empresa ou em casa, e seus impactos a longo prazo em nossas vidas.

O corpo humano foi feito para se movimentar, e ficar sentado durante longos períodos não é de sua natureza. Além de dores locais, essa exposição prolongada pode causar uma série de consequências para a saúde corporal, que variam de problemas na circulação sanguínea a lesões, principalmente na área da coluna.

Quando mantemos uma mesma posição por longos períodos, o corpo começa a se adaptar a ela. O não estímulo do movimento corporal enfraquece a musculatura, que ajuda como um reforço da estrutura óssea para a sustentação do peso corporal, trazendo problemas comumente localizados na área lombar.

O não estímulo à circulação sanguínea também pode afetar a saúde de diversos tecidos corporais, inclusive cartilagens que absorvem nutrientes da irrigação de sangue. Lembrando que cartilagens estão localizadas, principalmente, na junção dos ossos, e os joelhos precisam de grande destaque e cuidados, por serem essenciais à nossa locomoção.

Não menos importante, a prática do alongamento também tem impacto na saúde mental e emocional.

Benefícios dessa prática

Com uma rotina cheia de afazeres no trabalho e até fora dele, muitas vezes, não percebemos os benefícios da importância do alongamento no trabalho no momento presente.

Ao fazer uma pausa para realizar alguns exercícios e alongar, a atenção plena é a primeira habilidade a ser praticada. Focar e sentir os movimentos do corpo trazem a atenção para o presente, aumentando a consciência corporal. Com ela, podemos destacar a melhora do equilíbrio, da postura e, principalmente, na coordenação motora.

A prática de exercício físico também estimula a liberação de endorfina no organismo, o que gera bem-estar, reduz estresse e combate a depressão. Como o sangue é responsável por levar nutrientes, hormônios e oxigênio para todas as células corporais, consequentemente, para um bom funcionamento do corpo como um todo, a circulação sanguínea deve ser estimulada periodicamente para a manutenção da saúde.

No corpo humano, os ossos são responsáveis pela estrutura, mas, ao contrário do que muitos pensam, ele não é o único encarregado de segurar o peso do corpo. Os músculos contribuem com a sustentação do corpo, e ter a musculatura fortalecida ajuda a aliviar a sobrecarga no sistema ósseo, evitando desgastes futuros.

Dentre os problemas mais comuns de uma exposição prolongada à posição sentada, estão dores no pescoço, dores lombares e até lesões nos discos vertebrais, gerando problemas graves de coluna.

Principais exercícios de alongamento para fazer no trabalho

Com as informações anteriores, foi fácil entender a importância do alongamento no dia a dia, certo? Confira agora a melhor forma de realizar a prática, focando em diferentes áreas do corpo.

Pescoço

Alongar a área do pescoço é tão simples que é possível fazer, até mesmo, sentado, com apenas alguns minutos.

Incline a cabeça em direção ao ombro direito e, com a mão direita, force-a levemente, a ponto de sentir a musculatura do pescoço esticando, e conte até dez. Force apenas até onde você se sentir confortável. Repita com o outro lado, para frente e para trás.

Depois, faça movimentos giratórios, contando até dez, nos sentidos horário e anti-horário. O objetivo não é ser rápido, mas sentir e esticar toda a musculatura em todos os ângulos.

Ombros, braços e mãos

Estique os braços para frente, com as mãos entrelaçadas e voltadas com a palma para fora, e conte até dez. Depois, desça os braços ainda esticados e faça o mesmo com os braços na frente.

Em seguida, é hora de alongar as mãos: mantenha um dos braços esticado virado com a palma da mão para cima e, com a outra mão, pressione os dedos em conjunto para baixo e em direção ao corpo. Sinta a musculatura sendo esticada, principalmente no pulso. Repita do outro lado, ambos contando até dez.

Agora, gire os dois pulsos no sentido horário e anti-horário, contando até dez de cada vez.

Por fim, para alongar os ombros, estique os braços para os lados e gire para frente e para trás, contando até dez em cada vez.

Costas e tronco

Em pé, estique um dos braços para o lado e incline o tronco na mesma direção e conte até dez. Repita o mesmo do outro lado, para frente e para trás. Novamente, o objetivo é sentir o músculo sendo alongado e uma sensação de alívio logo em seguida, lembrando que não se deve forçar o movimento além do seu alcance.

Ainda em pé, faça movimentos giratórios no tronco para a direita e para a esquerda. Durante esses movimentos, é natural ouvir um barulho de crepitação na coluna. É importante não forçar além da capacidade corporal.

Pernas

Em pé, dobre uma das pernas para trás e segure com a mão por dez segundos. Tente puxar para cima, sentindo a musculatura alongar e respeitando seu limite. Repita o mesmo do outro lado.

Se for possível encontrar um degrau ou uma superfície mais elevada perto de uma parede ou um corrimão para segurar e manter o equilíbrio do corpo, posicione a metade da frente dos pés na ponta do degrau. Faça movimentos de inclinação para cima e para baixo, dez vezes em cada. Nesse exercício, o alongamento do músculo é sentido, principalmente, na panturrilha.

Para o alongamento dos quadris, sente-se de pernas cruzadas e, com as mãos, tente forçar a parte dos joelhos para baixo.

Mesmo feito em pequenas pausas, a prática desses exercícios pode apresentar efeitos positivos significativos no dia a dia e a longo prazo. Consequentemente, se estamos bem, felizes e saudáveis, nossa capacidade de produção e desempenho torna-se maior em todas as áreas da vida.

Além da importância do alongamento, é bom ressaltar que cadeiras com ergonomia contribuem muito com o bem-estar e a saúde dos colaboradores.

Gostou dos exercícios? Compartilhe este post nas redes sociais para que mais pessoas possam beneficiar-se com essas informações!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.