Home office e saúde mental: Veja aqui!

Home office e saúde mental: Veja aqui!

O home office e a saúde mental podem ser excelentes parceiros. De fato, há alguns desafios para quem inicia nessa forma muito recente de trabalho. Afinal, deslocar o espaço de trabalho para dentro da sua própria casa demanda a construção de determinados hábitos. Ao fazer isso, você pode aproveitar os benefícios de cumprir as responsabilidades de casa.

Ficou interessado sobre o tema? Então, continue a leitura e saiba os principais detalhes para aprender a gerir bem sua saúde mental durante o home office. Ao final deste texto, você saberá quais são os principais desafios, as vantagens e medidas efetivas para se dar bem no cotidiano. Boa leitura!

Quais são os principais desafios no home office para a saúde física e mental?

Se há questões que pedem mais energia no trabalho presencial, de outra forma também acontece para quem exerce a profissão em casa. Quem tem facilidade de adaptar-se aos diversos cenários consegue destaque. Isso é plenamente possível de se adquirir ao ter consciência das tendências que o home office pode levar para o seu corpo e a sua cabeça. Veja logo abaixo.

Aumento do sedentarismo

Há duas situações clássicas que vamos comparar aqui. A primeira acontece no trabalho presencial. Durante o dia, você pode levantar-se da sua mesa de escritório e ir a algum outro setor, fazer refeições na copa, sair para comprar algo rapidamente na farmácia ou resolver uma responsabilidade externa. Para o home office, esses percursos podem ser drasticamente reduzidos.

Dessa forma, pode haver uma maior facilidade de passar o dia na mesma posição. O agravante é que, se antes havia o percurso entre o trabalho e a casa, em que você poderia encontrar uma academia ou atividade física durante essa volta, agora não há. Ao terminar as demandas do home office você já se encontra em casa, o que pode ser uma dificuldade para tornar constante uma prática aeróbica.

Falta de cuidado com a postura

Uma vez que há mais sedentarismo, os músculos ficam menos rígidos para sustentar o corpo e, aliado à falta de estrutura física do local, a coluna pode sentir os impactos. Por isso, um desafio que se coloca durante o percurso de home office é a postura. Isso porque, de forma geral, os ambientes de casa não foram pensados para que você passe uma quantidade considerável de horas trabalhando.

Adicionado a isso, ao longo do dia, você pode querer mudar de ambiente. Nessas idas, o sofá, o chão, uma cadeira de jantar podem ser alternativas que estimulem a postura incorreta. A longo prazo, problemas na lombar podem inviabilizar a produtividade, resultando em cirurgias e gastos que poderiam ter sido evitados.

Aumento do estresse

Com o home office, você fica mais suscetível a ruídos dos vizinhos, barulho de obras próximas, intromissão de familiares e colegas. Além disso, falhas na conexão e demandas do lar também aparecem como estímulos negativos e repentinos para o seu corpo e mente. A consequência pode ser o aumento do estresse, pois o seu corpo fica em estado de alerta por um tempo prolongado.

Dificuldade de atenção

Você tem percebido como os problemas são uma reação em cadeia? A dificuldade de atenção pode ser resultado do aumento do sedentarismo, somado à falta de cuidado com a postura e aumento do estresse. Ela também acontece em outros formatos laborais. No entanto, a dificuldade de atenção pode ser inflamada por conta da falta de hábito para que o cérebro entenda que a casa também é lugar de trabalho.

Quais as vantagens do home office?

Agora que já falamos um pouco dos desafios enfrentados por essa modalidade de trabalho, é o momento de apresentar os benefícios. Afinal, não haveria uma popularização massiva, caso a escolha não trouxesse benefícios conjuntos para o empresariado e os colaboradores.

Conforto

Facilidade para usar o banheiro, dispensar o uso de roupas arrumadas, parar uns minutinhos para brincar com o pet, deitar rapidamente na cama, ir ao supermercado comprar algo que faltou. As facilidades do home office geram conforto para o cotidiano.

Flexibilidade

Talvez o principal atrativo. Isso porque o home office tornou possível o encaixe de pequenos afazeres, até então impensáveis na modalidade presencial, ao longo do dia. Com mais flexibilidade, é possível cuidar mais da saúde, ao ter mais opções de horário para marcar consultas e exames. Além disso, há facilidade de acompanhar uma reunião via videochamada de onde estiver, por exemplo.

Economia

Sem gasolina para gastar com carro até o trabalho, ou metrô e ônibus. A economia de tempo e dinheiro, com o home office, aparece na diminuição da quantidade de roupas para comprar, engomar e lavar, por exemplo. Também se inserem menos gastos com refeições fora de casa.

Como manter a saúde mental no home office?

Há alguns passos para garantir a criação de um hábito positivo para o seu home office. O primeiro deles é a criação de uma rotina assertiva. Isso pode ser feito ao estabelecer uma lista de metas para cumprir durante o dia, com previsões de horários. Deixar previamente organizado o local de trabalho também é uma forma de promover isso.

Invista em uma alimentação saudável para que o seu organismo consiga funcionar plenamente. Logo, você terá mais energia e menos probabilidade de pegar alguma gripe ou virose. Aliado a isso, vem a prática de exercícios físicos, que facilitam mais disposição e previnem problemas nas articulações.

Lembre-se de fazer intervalos durante o seu dia, eles são ótimas formas de manter você estimulado positivamente. Além de tudo isso, é preciso investir em um espaço adequado para o seu home office. Compre uma cadeira com boa ergonomia e garanta, uma boa mesa e outros acessórios, como apoio para pés e mãos.

Viu como o home office e saúde mental podem resultar em uma excelente combinação? Agora que você já sabe os desafios que a modalidade requer, como o sedentarismo e estresse, pode tomar atitudes para lidar com isso. Afinal, a facilidade de trabalhar em casa, com conforto e mais economia, são atrativos suficientes para investir nisso.

O conteúdo, de fato, adicionou mais informações para o seu conhecimento? Permita que outras pessoas também acessem e compartilhe agora nas redes sociais!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.