trabalho híbrido

Trabalho híbrido: saiba mais sobre o assunto neste post!

Depois de anos em engarrafamentos na ida e na volta do escritório, você finalmente pode realizar o sonho do trabalho híbrido, que é o que concilia as modalidades presencial e a distância, graças à tecnologia, que evoluiu a ponto de possibilitar a execução das atividades por meio digital, em grande interação virtual do funcionário com sua empresa.

Além disso, a pandemia impôs essa necessidade, devido ao distanciamento social exigido. Mas essa forma de trabalho agradou tanto aos que a experimentaram, pois proporcionou economia de tempo, praticidade e consequente aumento da produtividade, que é natural que muitas corporações a mantenham. Quer conhecer mais vantagens? Confira neste artigo.

O que é e quais as vantagens do trabalho híbrido?

O trabalho híbrido é executado alguns dias na sua residência (ou onde você quiser), o que é conhecido como home office (tradução: escritório em casa), e em outros internamente, na empresa.

Sem a necessidade de se arrumar, se deslocar e ficar no trabalho, as pessoas ganham tempo, autonomia, economia, conforto e satisfação, já que se livram do trânsito, intempéries, transporte público, horários rígidos etc. As empresas também têm resultado positivo, pois reduzem certos gastos (por exemplo, contas de consumo) e melhoram seu desempenho.

O que é necessário para organizar o trabalho híbrido

A empresa deve:

  • definir quais trabalhos poderão ser realizados de forma híbrida;
  • conversar com os funcionários e acertar o calendário (quantos e quais dias e horários serão na empresa e em casa);
  • regularizar a apuração da jornada e outras considerações junto ao RH;
  • fornecer vale-transporte para os dias presenciais;
  • estabelecer os padrões de comunicação e controle das equipes;
  • deliberar sobre o dress code, pelo menos para as reuniões com vídeo habilitado;
  • adquirir e disponibilizar os recursos tecnológicos recomendados;
  • implementar as ações relacionadas à Segurança e Saúde do Trabalho;
  • capacitar todos os funcionários nos novos sistemas.

Os funcionários devem:

  • atender a empresa conforme o calendário acordado;
  • colaborar com sugestões e informações para aprimoramento do plano;
  • cumprir as regras implementadas pela empresa;
  • tomar as providências para a adaptação ao trabalho híbrido, conforme explicado abaixo.

Como se adaptar ao trabalho híbrido?

O trabalho híbrido parece simples na teoria, mas na prática são necessárias várias medidas para adaptação, principalmente em casa. Veja algumas delas.

Definir metas

Assumir um compromisso é importante para não deixar a indisciplina e as distrações cotidianas tomarem o espaço do trabalho. Por isso, metas e prazos são essenciais e, de preferência, devem aparecer por escrito, em agendas, cronogramas e relatórios.

Encontrar um local adequado em casa

Estabeleça onde será o seu “escritório” e o prepare de uma forma que proporcione concentração e profissionalismo. Exemplo: se você atua melhor em ambiente silencioso, escolha um local onde possa ficar sozinho e com o cômodo fechado, sem a interrupção de pessoas, animais ou barulhos impróprios.

Contar com os recursos necessários

Conte com os recursos que a empresa proverá, mas também prepare-se para o caso de ter que investir nos ajustes necessários ao trabalho híbrido.

Fazer treinamentos

É comum não conhecer os programas, aplicativos, sistemas e dispositivos a serem usados para as reuniões e o desempenho das atividades remotas, então, faça os cursos correlatos e atualize-se para todas as situações. Também estude sobre ergonomia para organizar a proteção da sua saúde.

Otimizar a comunicação com o restante da equipe

Qual era o seu fluxo de reuniões e troca de informações? Agora, certos encontros não serão presenciais, mas todos os procedimentos podem ser mantidos por meio virtual. Caso necessário, uma reavaliação deve ser realizada, promovendo a adequação ao novo modelo.

Ter os equipamentos e móveis indicados

Providencie mesa, cadeira ergonômica, apoio para pés e punhos, computador com os devidos programas e sistemas para o desenvolvimento das atividades e garantia da segurança digital, suporte ajustável para o notebook, Wi-Fi de boa qualidade, carregador por indução, iluminação apropriada, telefone fixo e/ou celular com aplicativos e papelaria (conforme o seu costume, como post-its e planners).

Automatizar os processos

Há muitas ferramentas que facilitam a execução do trabalho híbrido, e a empresa deve disponibilizá-las aos colaboradores. Utilize-as conforme recomendado.

Quais os cuidados a serem tomados no trabalho híbrido

Para a sua proteção e a de seu trabalho, algumas questões devem ser levadas em consideração, com ações práticas de prevenção. Veja.

Segurança digital

Os cuidados com os dados confidenciais em meios físicos e digitais são uma das preocupações na adoção do trabalho híbrido. A empresa deve providenciar sistemas que garantam a segurança da informação e privacidade e capacitar os funcionários em seu uso de forma certa e habitual.

São gerenciadores de senhas criptografadas, computadores para uso somente para o trabalho (em casa e na empresa), ferramentas para impedir a interceptação de informações (como os VPNs), plataformas para a armazenagem de dados online, atualização de antivírus e padrões para cópias de segurança (backups).

Ergonomia

É o cuidado mais importante, pois dele depende a sua saúde. Não é exagero: se você não adotar as orientações sobre ergonomia, conforme a NR-17 – Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho e Previdência, poderá adquirir doenças graves.

Alguns exemplos são: LER/DORT-Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho/Lesões por Esforços Repetitivos, mialgia (dor nos ombros), condropatias (doenças nos joelhos), bursites (várias articulações), lordoses (costas) e outras.

Algumas medidas preventivas para o trabalho híbrido são:

  • cadeira ergonômica (essencial): totalmente ajustável (altura do assento, braços, encosto das costas e cabeça), com espuma moldável e bordas arredondadas. Permite que você mantenha a posição correta dos olhos, cabeça, pescoço, ombros, braços, cotovelos, punhos, pernas, joelhos, tornozelos e pés;
  • apoio para os pés: dispositivo para a posição apropriada dos pés;
  • suporte para o notebook ou monitor: para que a tela fique na altura ideal dos olhos;
  • apoio para os punhos: deixa as mãos e os dedos em posição adequada, ajudando a prevenir a LER.

Além da postura corporal, a lei ainda define o nível de iluminação, ruído, temperatura ambiente e a necessidade de paradas temporárias para descanso, período em que é bom, inclusive, fazer exercícios laborais, entre outras proteções.

O fato é que o trabalho híbrido, antes um desejo — e uma incógnita —, hoje é realidade. Cabe às empresas e trabalhadores descobrirem as possibilidades de aperfeiçoamento, assim como os problemas e respectivas soluções que surgem diante de novidades. Mas parece ser um consenso que ele não retroagirá, pois trouxe benefícios para todos.

Você se identificou e gostou das informações deste artigo? Então curta a nossa página no Facebook.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.