casa inteligente

Saiba como deixar sua casa inteligente com 3 dicas!

Sabia que uma casa inteligente é uma solução para economizar tempo? Isso porque as novidades da tecnologia exibem como principal vantagem a facilidade da conexão. Logo, uma casa inteligente significa um lar em que os sistemas são superconectados. O que resulta em mais agilidade para executar tarefas.

Quem escolhe adquirir esse recurso consegue monitorar e controlar portas, janelas, luzes, aparelhos multifunção e qualquer outro equipamento com capacidade para se ligar ao sistema inteligente. Pensando nisso, separamos as principais vantagens e o passo a passo da casa inteligente. Acompanhe!

Quais as vantagens da casa inteligente?

Casa com inteligência artificial, conectada, tecnológica ou simplesmente inteligente. As nomenclaturas são muitas, no entanto, informam o mesmo objetivo: auxiliar na agilidade da maior quantidade possível de tarefas diárias. Isso porque o conceito — dessa maneira de morar — pode ser entendido como um jogo de montagem de blocos, em que sempre é possível adicionar uma nova peça. Vejamos abaixo algumas.

Maior segurança

Automatizar chaves, janelas e até dispositivos como chuveiros, torneiras e fogões, possibilita maior segurança para a sua casa. Dessa forma, você previne acidentes como incêndios e inundações. Imagine perder um notebook porque esqueceu a janela do quarto aberta e a água da chuva inutilizou o eletrônico.

Praticidade

O que é mais simples: ver televisão deitado no sofá, decidir tirar uma soneca e ordenar, por voz, que as cortinas sejam fechadas, ou ter que se levantar para fazer a ação?

A resposta é óbvia, mas nem por isso a ação também é. Sem dúvida, o investimento pode ser desafiador para automatizar muitos dos serviços de uma casa ou apartamento. No entanto, para muitas pessoas, isso pode ser apenas uma questão de organização financeira, do que, de fato, algo inacessível a curto ou médio prazo.

Em outras palavras, a praticidade de ter equipamentos que se comunicam entre si para melhorar as funções da sua casa, pode ser algo que tem mais vantagens que grandes esforços para adquirir. Aqui neste texto, informamos como esse cenário funciona para que você possa escolher com mais autonomia os recursos do seu lar.

Eficiência energética

Com equipamentos inteligentes, você pode programar os horários de ligar e desligar equipamentos eletrônicos, o que vai desde uma simples luz da sala de estar, até a televisão, ar-condicionado e luzes externas.

O resultado é mais economia de energia, afinal você não precisará lembrar, todos os dias, de ligar ou apagar nada, ou pelo menos locais principais da casa — vai depender da dimensão do seu projeto.

Iluminação

Por falar em iluminação, ao ter uma casa inteligente, os interruptores podem ser totalmente esquecidos, embora ainda sejam mantidos. Comandos por voz como “acender agora a sala”, “apagar a luz do banheiro”, “ligar a luz da garagem daqui a 15 minutos”, se tornam comuns. É mais conforto, tranquilidade e despreocupação para a sua vida.

Como deixar a casa mais inteligente?

Logo abaixo, selecionamos quatro atitudes simples para que você consiga monitorar e controlar os recursos da sua casa. Lembre-se que esses direcionamentos podem ser apenas o começo para gerar, progressivamente, mais automatização para o seu lar. Fique atento!

1. Use equipamentos específicos

Atualmente, há muitos equipamentos que “organizam” a inteligência da casa. Isto é, conseguem administrar luzes, lembretes e se ligar a outros dispositivos. Eles são chamados de assistentes virtuais e estão disponíveis em vários modelos.

Ao lado dessas caixinhas, há lâmpadas inteligentes, controles, fechaduras, câmeras, sensores, televisões e plugs. Basta uma rápida pesquisa na internet para encontrar uma lista desses aparelhos e começar a montar a sua própria casa inteligente. A prática, inclusive, já é muito comum nos Estados Unidos e em muitos países europeus.

2. Observe a qualidade da internet/conectividade

Lembra que falamos no início sobre inteligência e conectividade? Apartamentos, casas ou qualquer outro espaço que possa demandar o controle de funções precisam de uma excelente conexão. Isso porque é por meio da internet que eles se ligam e produzem “inteligência”. Por isso, observe sempre a qualidade da internet para garantir a eficiência de todos os serviços da sua smart house.

3. Faça um projeto para iluminação

A estrutura de iluminação de uma casa pode ser uma das partes principais da beleza e valorização do imóvel. A razão é que uma boa luz facilita a produtividade, o relaxamento e o destaque para a harmonia de peças e móveis. Ao inserir a rapidez da conectividade no projeto de iluminação, as qualidades se ampliam.

Você não irá mais precisar levantar da cama para apagar ou acender as luzes. Além disso, poderá configurar para que, ao viajar, a casa continue bem iluminada, garantindo também a economia de energia.

Por isso, projetos de iluminação que levam em conta sensores, lâmpadas inteligentes e painéis de controle acionados por comando de voz, auxiliam na construção de um cotidiano com bem-estar.

4. Aproveite promoções anuais para aumentar suas ferramentas

Aparelhos para casa inteligente são demandas em uso crescente. A cada período, novos aparelhos surgem e o resultado é uma variedade de ferramentas que, por conta da alta oferta e demanda, conseguem ter preços mais acessíveis em promoções anuais. Dia das mães, black friday, natal e outras datas comemorativas são ótimas chances de conseguir aumentar o número de aparelhos smart no seu lar.

Por isso, não pense duas vezes e comece a se planejar para aproveitar essas promoções e ter uma casa superconectada. Para quem mora sozinho ou trabalha em home office, ter uma casa inteligente pode ser uma forma ideal de se manter conectado com o mundo.

Isso porque assistentes virtuais, por exemplo, facilitam que você se mantenha bem informado. Além disso, podem fazer pesquisas na internet e falar em voz alta.

Agora você já sabe: para uma casa inteligente, basta começar a se organizar e comprar os aparelhos necessários. Alguns são de fácil instalação, e podem ser otimizados com o auxílio de um bom arquiteto ou design de interiores, como vimos no projeto de iluminação. Lembre-se de garantir uma internet de alta velocidade para que a comunicação entre os aparelhos aconteça de forma eficiente.

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe agora nas suas redes sociais!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.