escritório open space

Escritório open space: quais as vantagens de apostar nesse conceito?

Quando pensamos em escritórios, a imagem tradicional que vem à nossa mente é de um ambiente com várias portas e divisórias, certo? Mas, há algum tempo, diversas empresas de grande, médio ou pequeno porte têm optado pelo conceito de escritório open space. Isso se aplica até mesmo a organizações que não são precisamente de áreas criativas.

Neste post, você entenderá melhor esse conceito e como funciona sua dinâmica de espaço, bem como as vantagens de adotá-lo em um projeto de arquitetura. Além disso, vai conferir alguns passos que pode seguir para criar esse escritório aberto, conforme as necessidades de cada empresa. Boa leitura!

O que é um escritório open space?

Como o nome já diz, um escritório open space é formado por um grande espaço aberto, no qual praticamente não há divisórias ou salas fechadas. Seu objetivo é promover a troca de experiências e informações, geralmente entre pessoas de uma mesma equipe, para incentivar a comunicação interna e melhorar a produtividade.

No open space, todos ficam no mesmo espaço?

Não necessariamente. Afinal, o que vai determinar como o conceito é aplicado são as necessidades da empresa. Ou seja, profissionais que trabalham com segmentos específicos, como administradores, gestores e diretores de finanças, podem ter seu próprio espaço. Dessa forma, não ficam sujeitos a barulhos e distrações que os levem a cometer erros.

Já no caso de tarefas colaborativas e criativas, como no trabalho de agências de marketing, escritórios de arquitetura ou empresas de vendas e telecomunicações, o espaço compartilhado pode não ser um problema. Pelo contrário, torna-se vantajoso para promover maior integração, mesmo entre departamentos distintos.

Empresas que contam com equipes pequenas também podem se beneficiar do escritório open space. Afinal, com pouca gente, estimular a colaboração é uma ótima estratégia, e a integração da equipe já é naturalmente mais fácil.

Quais as vantagens desse conceito?

O escritório aberto é uma ideia que começou a ganhar popularidade, mas ainda pode deixar muitas empresas relutantes, especialmente em relação aos custos. Por isso, é importante conhecer as suas vantagens para apresentá-las em seus projetos, independentemente do porte da empresa. A seguir, saiba quais são!

Integração

O benefício mais óbvio de um espaço aberto e compartilhado é a integração. Afinal, cada colaborador pode observar seus arredores e trocar conhecimentos e experiências com os colegas de equipe, ou até mesmo com pessoas de outros departamentos.

Com isso, além da sensação de unidade proporcionada, essa pessoa pode se beneficiar da ampla comunicação, aprendendo coisas novas e melhorando como profissional. A integração também favorece um fluxo melhor de trabalho, já que todos ali estão trabalhando por objetivos em comum.

Economia de recursos

Um ponto bastante importante para qualquer empresa é a economia alcançada em relação aos custos operacionais. Nesse caso, o escritório open space também apresenta vantagens. Ao usar o mesmo espaço para várias pessoas, você economiza com divisórias, portas e construções de salas individuais.

Além disso, pode colocar poucas unidades de bons equipamentos para o uso comum, como no caso das impressoras, em vez de cada um ter a sua. Quanto às luzes, um bom projeto de iluminação pode otimizá-las para atender várias pessoas ao mesmo tempo, sendo apagadas e ligadas juntas, o que poupa energia e dinheiro. A ideia do compartilhamento também se aplica a outros detalhes, como:

  • materiais de escritório;
  • decoração;
  • mobiliário.

Otimização do espaço

Empresas com equipes grandes podem ter problemas para otimizar o espaço. Afinal, ao separar um lugar para a mesa ou sala de cada pessoa, você pode acabar com um excesso de paredes, divisórias e corredores, que prejudica o fluxo de pessoas.

No conceito open space, é diferente. Afinal, você pode otimizar o ambiente para atender à quantidade de pessoas que vão usá-lo. Pode, por exemplo, optar por mesas longas e compartilhadas, que poupam espaço e tornam a dinâmica do trabalho muito melhor.

Aumento na produtividade

Em um ambiente amplo, existe uma percepção melhor do espaço. Com isso, os colaboradores que ali trabalham podem se sentir mais à vontade, evitando a sensação de “sufocamento” que uma sala pequena, ainda que particular, pode causar. Além disso, em um espaço maior é possível criar projetos interessantes de luzes, o que garante conforto visual e ajuda a motivar os funcionários.

Como criar um escritório open space?

Para criar seu escritório open space, é preciso atenção a alguns aspectos importantes. Afinal, nem todas as suas características podem ser aplicadas facilmente em qualquer lugar. Aliás, algumas devem ser adaptadas com a realidade já existente no espaço. Por isso, vale a pena seguir certos passos para chegar à conclusão perfeita para o seu projeto!

Estude suas alternativas

O primeiro passo para criar um projeto aberto é estudar as suas possibilidades, principalmente quando você não vai começar do zero, mas sim reformar um ambiente. Nesse caso, é preciso partir de detalhes importantes como:

  • quantas pessoas vão usar o espaço;
  • quais são as funções dessas pessoas;
  • necessidade de silêncio no ambiente de trabalho;
  • se o espaço comporta ambientes descontraídos de descanso e colaboração;
  • quais equipamentos precisam estar à disposição.

Além disso, você deve entender bem qual é o tamanho do espaço, como ele já é usado e se há configurações que devem ser mantidas, como banheiros, salas de reuniões e escritórios de determinados profissionais.

Determine a funcionalidade

Para que os colaboradores se sintam bem no ambiente de trabalho e possam produzir mais, é preciso que o espaço seja funcional. Ou seja, não apenas aberto e com fluxo de movimento, mas usado de forma a aproveitar bem cada canto sem causar outros problemas.

Por exemplo, se você optar por grandes janelas de vidro para aproveitar a luz natural, pode ter o problema de ofuscar a visão de profissionais que trabalham em mesas postas em frente ou perto delas. Assim, a funcionalidade dessa área ficará comprometida.

Defina um layout

Definir um layout é a melhor forma de unir as ideias, dispondo espaços, luzes e mobiliário a fim de verificar se tudo funciona em conjunto e para todos. Dessa forma, é importante pensar em um modelo que atenda ao conceito esperado do projeto e suas necessidades, mas que também possa demonstrar o seu estilo como profissional.

Invista em praticidade

Além de pensar em um layout moderno ou elegante, é importante que você trabalhe com foco na praticidade. Afinal, ela é a melhor maneira de garantir a funcionalidade do espaço e atender às necessidades de tantas pessoas diferentes. Sendo assim, é importante considerá-la logo no início para encontrar as melhores soluções para o open space.

Agora que você sabe o que é o escritório open space, pode trabalhar com essa nova ideia em seus projetos e oferecer um ambiente diferente que atenda às necessidades dos usuários. Para isso, vale seguir as nossas dicas e buscar inspirações em blogs de arquitetura especializados, sites de mobiliários e redes sociais. Assim, você aumenta seu repertório de referências e pode criar layouts originais que garantem mais do que beleza: um ambiente de trabalho funcional, que gera bem-estar nos colaboradores.

Gostou do post e quer saber quais móveis usar no open space? Confira as melhores tendências para o seu escritório!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

  1. Olá, gostei do seu conteúdo sobre MESAS DE ESCRITÓRIO

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.