Design industrial: veja o que você precisa saber sobre esse estilo de decoração

Muitos estilos de decoração foram influenciados pelo seu ambiente e pelo momento histórico. Com novos imóveis, também há outras necessidades a serem consideradas na hora de escolher a pintura e os móveis. Um bom exemplo disso é o design industrial, o qual ganhou vários adeptos desde seu surgimento.

Apesar de ser mais comum em prédios comerciais e lofts, você também pode adotar alguns desses elementos em seu próprio imóvel. É um estilo focado em praticidade e um design mais bruto que praticamente qualquer outro.

Acompanhe e entenda melhor o que é o design industrial, suas principais características e como você pode usar alguns desses elementos em sua decoração.

O que é o design industrial?

Como o nome diz, o design industrial é um estilo de decoração e arquitetura que adiciona elementos de indústria a um imóvel. O resultado é um ambiente com clima mais prático e bruto, abrindo mãos das cores limpas e usando o próprio material como acabamento estético.

Esse estilo surgiu em meados da década de 1970, nos Estados Unidos. Nesse período, a desindustrialização de várias partes das grandes cidades levou vários inquilinos a buscar imóveis mais baratos para viver, sendo que a melhor alternativa eram galpões industriais e comerciais. Ambientes singulares sem muita decoração.

Porém, as pessoas que viviam lá ainda encontraram formas de transformar o ambiente. Muitas passaram a integrar o concreto e tubulações expostas em sua decoração, dando origem aos lofts que conhecemos hoje.

Atualmente, em vez de ser uma consequência da necessidade, o design industrial é uma opção de decoração bem atrativa para muitas pessoas.

Quais são as principais características desse estilo?

Há uma série de características que ajudam identificar o um estilo de decoração e arquitetura industrial. Veja aqui algumas das principais delas.

Superfícies de tijolo e concreto

Nos galpões industriais onde esse estilo surgiu, o revestimento das paredes geralmente é feito apenas com concreto ou com tijolos. Afinal, a aparência lá não era o foco, apenas a função. Naturalmente, essa é uma das características mais comuns em imóveis que seguem esse estilo. As paredes de concreto queimado são uma das principais assinaturas desse design.

Áreas mais amplas

Galpões industriais normalmente apresentam um único cômodo com teto alto e área ampla, justamente para acomodar vários equipamentos e materiais. Quando eles formam convertidos em lofts, em vez de colocar paredes no local, os residentes resolveram integrar essa amplitude da arquitetura em seu estilo. Por isso que muitas novas casas nessa linha costumam ter cômodos mais longos e espaçosos.

Janelas mais amplas

Para acompanhar os cômodos mais extensos, também é muito comum que esses imóveis tenham janelas largas, que deixem entrar bastante luz natural. Mesmo que a maioria dos ambientes industriais seja bem fechado, os galpões que deram origem aos lofts costumam ter portas e janelas amplas. Essas que seriam usadas para a passagem de maquinário e carga. Graças a isso, também aproveitam bastante a iluminação natural.

Encanamento e fiação visíveis

No geral, a regra da decoração é esconder aquilo que não faz parte do seu estilo, como as vigas, os tijolos, fios elétricos e encanamento. Tudo fica escondido nas paredes ou atrás dos móveis. Porém, no design industrial, todos esses elementos fazem parte do estilo. Sendo assim, desde que eles estejam seguros contra possíveis danos, eles podem ficar visíveis.

Como incorporar o design industrial em sua casa?

Mesmo que não se trate de um loft feito a partir de um galpão, nada impede de adotar alguns elementos de design industrial em seus projetos. Basta saber como usá-los da forma certa.

Veja aqui algumas dicas que vão ajudar.

Use tons mais escuros e neutros

Cor é um dos principais elementos em qualquer estilo de decoração. E no caso do estilo industrial, o foco está em tons sóbrios e neutros, como cinza e marrom. As cores que você vai encontrar em vários materiais comuns da indústria.

A ideia aqui é criar um aspecto igualmente formal, bruto e prático. Os principais elementos devem lembrar algo que você encontraria em uma fábrica, onde eles não seriam pintados, excedo para sinalização ou proteção.

Móveis com acabamento em ferro e madeira maciça

Quando chega a hora de escolher os móveis, o estilo industrial prioriza cadeiras e mesas com acabamento em ferro e aço, sem nenhum embelezamento particular. O material bruto é o foco aqui, já combinando com as demais cores usadas no ambiente.

A madeira maciça também pode ser uma boa opção, dependendo de como é usada. Nesse caso, você não está procurando o aspecto natural rústico dela, nem o polido. Você quer algo que use esse material já trabalhado, mas com foco em sua função em vez da aparência

Crie espaços integrados

Um efeito extra dos espaços amplos dos galpões é a criação de mais ambientes integrados dentro dos lofts. Algo que você pode adotar na sua casa, dependendo de como é a sua planta. Por exemplo, você pode ter uma cozinha e sala conjugada ou uma game room no seu próprio quarto.

Se for necessário criar divisórias, você pode usar barreiras menos rígidas. Por exemplo, separar duas áreas usando vidro, estantes ou outros móveis que criam essas fronteiras naturalmente.

Transforme peças estruturais em parte da decoração

Outro ponto que vale a pena reforçar, no design industrial, a estrutura é parte do estilo. Sendo assim, faça bom proveito das partes que já ficam expostas, como os fios das lâmpadas. Você pode até adicionar alguns elementos estruturais “postiços”, que servem apenas como decoração.

O desgaste também pode ser visível

Ferrugem, pequenas manchas na tinta e ranhuras no chão são algo comum em qualquer indústria. Sendo assim, você também pode incorporá-los em seu estilo. Móveis de metal com aparência desgastada, mas que ainda sejam funcionais e seguros, combinam muito bem com esse estilo.

Agora que você conhece um pouco mais sobre o design industrial e suas características, pode incorporar alguns desses aspectos em seus projetos. Lembre-se que esse estilo é bem variado e ainda trem bastante espaço para criatividade e inovação!

Quer mais dicas para aproveitar melhor a sua decoração? Então veja aqui nosso artigo falando como aproveitar espaços pequenos.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.