MDP ou MDF? Entenda as diferenças e veja qual é o melhor para móveis de escritório

Diferentes tipos de materiais são utilizados para a produção de móveis, a reforma de casas ou a renovação de ambientes de escritório. Para ser bem-sucedido na realização de mudanças ou aquisição de mobílias, é necessário conhecer as matérias-primas usadas em sua fabricação. Na hora de comprar, é comum surgirem dúvidas sobre as características e materiais utilizados.

Algumas pessoas ficam inseguras ao ouvir falar em MDP ou MDF, pois não têm certeza do significado dessas siglas. Fatores como a qualidade, o preço e a usabilidade também influenciam na decisão dos profissionais que são responsáveis por decidir qual será o tipo de mobília de cada ambiente. Neste conteúdo, você vai encontrar dicas sobre o assunto.

Deseja compreender qual é o melhor material para móveis de escritório e como diferenciá-los? Siga em frente e descubra!

Compreenda as principais características das madeiras MDP e MDF

Os materiais são formados por camadas de chips, resinas ou cavacos de madeira, que podem ser de pinus, no caso do MDP, que contém gramatura interna maior do que as camadas externas. A separação entre as partículas confere isolamento acústico, estabilidade dimensional e resistência contra as deformações. Veja a seguir os principais aspectos dessas matérias-primas!

Significado das siglas

MDF é a sigla de Medium Density Fiberboard, cuja tradução significa Painel de Fibra de Densidade Média. O produto é feito com resina sintética e fibras de madeira, e esse material produz um ótimo resultado final. As suas placas podem ser cortadas em várias direções e dão mais liberdade para a formação do design das mobílias, que pode ser arredondado.

Já o MDP representa os termos Medium Density Particleboard, que quer dizer Painel de Partícula de Média Densidade. Esse material é composto por partículas de madeira prensadas, e não das fibras que são utilizadas no MDF. As suas chapas são compostas por três camadas: duas mais finas nas superfícies e uma mais grossa em seu miolo.

Estruturas das chapas

O MDP é um produto bem estruturado e mais robusto do que o MDF, que normalmente é apropriado para decoração, artesanato, fabricação de móveis e arquitetura. As chapas podem ser vendidas em seu estado natural ou com revestimentos BP, que oferecem mais resistência pela aplicação de tecnologias específicas para a sua pressão e alta temperatura.

As placas de MDF são mais maleáveis e podem ser facilmente manipuladas sem estragar o material. Elas servem para fabricar móveis com acabamentos em curvas e contornos mais elaborados. O MDP é mais resistente e pode ser usado para superfícies planas, como prateleiras, portas, fundos de gaveta, painéis, entre outros. O MDF e o MDP são apropriados para situações distintas.

Ambientes externos

Os dois materiais não são indicados para móveis que ficarão dispostos em locais úmidos ou abertos, já que ambos absorvem a umidade do ar. No caso do MDP, ao ser colocado em um ambiente que contenha umidade, as suas partículas, que são menos densas, vão inchar e ocupar o espaço vazio entre suas fibras, diminuindo o inchaço das placas.

O MDF dura menos quando exposto em espaços abertos, pois ele incha com mais facilidade em virtude de sua camada maciça de fibras de madeiras que se expandem com rapidez em contato com a umidade. Outro fator interessante é que esse tipo de matéria-prima não suporta cargas maiores, diferentemente do MDP, que é mais apropriado para aguentar o peso.

Aparência

O MDF absorve mais a tinta e é indicado para a realização de pinturas mais simples. O MDP é mais adequado para a produção de acabamentos finais diferenciados. Os resultados em sua superfície são menos irregulares e mais homogêneos, por isso é mais apropriado para dar uma aparência sofisticada e bonita aos móveis.

Saiba qual é o melhor material para os móveis de escritório

Existem pessoas que afirmam que o MDP é melhor do que o MDF para a fabricação dos móveis. A verdade é que esses materiais foram planejados com objetivos específicos, e ambos apresentam benefícios e desvantagens de acordo com o seu uso. Observe abaixo as diferenças entre os produtos e perceba qual deles é mais interessante para o seu escritório!

Durabilidade

O MDF é fabricado na forma de placas uniformes que são mais resistentes aos atritos e têm excelente durabilidade em ambientes internos. As chapas são ótimas para a criação de mesas, cadeiras e armários para salas comerciais com designs modernos. Já o MDP é fornecido na forma de chapas menos resistentes aos impactos e dura mais em ambientes abertos.

Resistência

Os móveis feitos de MDP são mais resistentes do que os móveis fabricados com a matéria-prima MDF. Contudo, as mobílias deverão conter linhas retas e não poderão ter baixo relevo, formas orgânicas exageradas ou cantos arredondados. Um material mais durável que o MDP é a madeira maciça usada, normalmente, na produção de itens em estilo rústico ou clássico.

Peso

Essa é uma característica interessante, pois embora o MDF seja mais denso e pesado, ele suporta menos peso do que o MDP. O MDP, ainda que seja mais leve, consegue aguentar cargas maiores em virtude de sua estrutura, que é composta por três camadas. Já as chapas de madeira aglomeradas são feitas de resíduo de madeira e são menos resistentes.

Absorção de umidade

O MDF se expande com mais rapidez quando os móveis são expostos à umidade ou entram em contato com a água. O MDP demora mais para se expandir em função das suas camadas. Portanto, se o ambiente do escritório for úmido, dê preferência a mobílias fabricadas com esse material. As suas chapas dificultam a expansão e a corrosão.

Uso em móveis

Os móveis em MPF são mais caros do que as mobílias de MDP, já que o seu material é mais econômico. Mas geralmente as fábricas combinam ambas as matérias-primas em um único item para oferecer qualidade, inovação no design e funcionalidades superiores. As prateleiras podem ser de MDP para suportar o peso dos papéis, por exemplo.

Entendeu como escolher MDP ou MDF para os móveis do escritório? A combinação entre os dois materiais pode oferecer resultados perfeitos para todos os tipos de cadeiras ou mesas. Por isso, antes de efetuar as suas compras, converse com os fornecedores e confira quais são as matérias-primas usadas na fabricação das mobílias disponíveis!

Ainda tem dúvidas ou quer deixar a sua sugestão? Registre aqui o seu comentário, ficaremos felizes em saber a sua opinião!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos gratuitamente por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.